O autor:

Jornalista há quatro décadas, cobriu pelo Diário da Noite, Estadão, Folha da Tarde e Gazeta Esportiva e também quatro Copas do Mundo e uma Olimpíada.

Matérias:

  • O ovo da Serpente. Por Foch Simão

    O ovo da Serpente. Por Foch Simão

    A estruturação do IBS, Imposto Sobre Bens e Serviços, através de um Comitê Gestor para, em tese, harmonizar as especificidades da operação tributária que envolve Estados e Municípios e suas respectivas instituições fiscais, será uma tarefa hercúlea e provavelmente o início de uma inédita crise tributária. O IBS é uma proposta de reforma tributária que…


  • A idade dos governantes. Por Gaudêncio Torquato

    A idade dos governantes. Por Gaudêncio Torquato

    O tema está na ordem do dia. Deve haver um limite de idade para alguém poder pleitear o cargo de presidente da República? A maioria dos norte-americanos, 78% da população, acha que sim. A polêmica se dá em torno dos traços de senilidade apresentados pelo presidente Joe Biden, por ocasião do debate entre ele e…


  • Cenário de guerra. Só Deus diria até quando. Por Nelson Cilo

    Cenário de guerra. Só Deus diria até quando. Por Nelson Cilo

    Sei que os leitores já repararam nas contradições do futebol, mas não custa nada lembrar que o teatro dos horrores escancara sentimentos de amor ou de ódio. É oito ou oitenta. É pau ou é pedra. Há circunstâncias em que as reações ficam no meio-termo. Nem tanto lá nem tanto cá. Os placares é que…


  • “Ah, esqueceram de mim”… Por Nelson Cilo

    “Ah, esqueceram de mim”… Por Nelson Cilo

    O atual modelo de futebol mundial – bilionário e contraditório – sugere que os clubes abracem e papariquem os talentos do show de bola, mas ignorem os ídolos e apaguem os heróis da memória como se fossem descartáveis. É mais fácil traduzir: é como se nada representassem. Há poucas exceções. Vejamos: o Real Madrid é…


  • STF NÃO SAI DA BOCA DE POVO. Por Nelson Cilo

    STF NÃO SAI DA BOCA DE POVO. Por Nelson Cilo

    Quem nunca estranhou as decisões contraditórias do STF (Supremo Tribunal Federal) que fale agora ou cale-se até o próximo julgamento. Ok, meu diretor. Talvez eu comente outros assuntos que não estejam relacionados à minha praia – o futebol. Escuto a sugestão do colega Fausto Camunha e digo que topo. Quero abordar temas que me incomodam…