Conecte-se conosco

Brasil

As lorotas de um larápio

Compartilhar

Lulistas, quando não tem argumentos para refutar quem critica o seu líder, apelam para rotulá-los de bolsonaristas, com o objetivo evidente de desqualifica-los, atribuindo os comentários que vê a não conformidade com os resultados das eleições.

Publicado

em

Compartilhar

Bobagem pura, que só mostra a indigência mental dos defensores do presidente, que não encontram como sustentar, através de um diálogo mais elevado, as críticas dirigidas a um homem público que, sendo público, deveria saber, e seus alcolitos também, que a discordância faz parte da atividade que ele exerce.

Atacam, via de regra, os seus contendores com raciocínios confusos, que geram uma fala agressiva quando se sentem acuados, atacando, a partir daí, a pessoa de quem está discordando, que passa a ser acusada de incapaz, mormente se for jornalista, quando até os anúncios no periódico em que escreve são mencionados para tirar a importância e a credibilidade do profissional.

Eu próprio já fui vitima desse recurso imoral por causa de um texto que publiquei, chamando Lula de mentiroso, o que repito com todas as letras, porque de fato ninguém o supera em dizer asneiras confiando na desinformação da sua audiência.

Lula é como aquele caipira que senta na porta de um botequim tomando cachaça e chama “seu cumpadi pra mordi di tê um dedinho de prosa” e despeja sobre ele um monte de histórias mentirosas, em que o outro não acredita mas finge acreditar, respondendo apenas com um “num diga, cumpadi … e óia q’esse mundo tá doido memo, né memo cumpadi?”

Carlos Marchi, um jornalista que trabalhou em órgãos da imprensa importantes de São Paulo e do Brasil, escreveu que Lula é mentiroso desde criancinha e se aprimorou nelas desde quando entrou no sindicato, no que eu acredito piamente.

Hoje ele está no topo da enganação.

Quanto a mim, desafio aos que apelam, me acusando de bolsonarista, que encontre um só texto meu – antes, durante e depois das eleições – em que faça elogios a Bolsonaro e o defenda das críticas que lhe fazem – até porque a maior parte delas considero procedentes.

Nada tenho a ver com ele.

Não votei nele, no 1º turno fui 3ªvia, no 2º nulo, e continuo na mesma posição até hoje.

Agora, se esperam que, por causa dessa tolice , vão me calar sobre o Lula, estão redondamente enganados.

Sou um crítico dele.

Considero-o, além de um mentiroso incorrigível, um cinico, desonesto, corrupto, embusteiro, que fez muito mal ao Brasil com os assaltos que praticou junto com a horda que sempre o acompanhou.

Não devia ter sido solto.

Não podia.

Já que foi, cuidem de seus bolsos.

Há um larápio solto nas ruas.

Advogado, Procurador da Assembleia Legislativa e Secretário de Estado de Relação Institucionais do Governo José Serra

Continue lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2023 Portal Orbisnews | Direção Geral Jornalista Fausto Camunha | Todos os artigos são de responsabilidade de seus autores.