Conecte-se conosco

Agronegócio

DIA INTERNACIONAL DA AGRICULTURA: PARABÉNS AO PRODUTOR RURAL BRASILEIRO por Valter Casarin

Publicado

em

Compartilhar

Essa data comemora a principal atividade desenvolvida no território brasileiro: a agricultura. Através dela o Brasil tem gerado grande número de empregos, produzindo alimentos, fibras e energia, gerando assim a base da economia do País. Nossa agricultura explora em torno de 8% do território nacional. Nessa área é produzido aproximadamente 20% da produção de alimentos do mundo. Essa produção gera uma riqueza importante, onde o setor participa de 25% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro.

As 5 principais culturas, em área plantada, são a soja, o milho, o arroz, a cana-de-açúcar e o feijão. O Brasil possui uma grande diversidade de produtos agrícolas em função do clima favorável e a presença de diferentes biomas. Atualmente, o País figura entre os maiores exportadores de alimentos do mundo, com exportações, em 2022, na ordem de 230 milhões de toneladas de produtos agropecuários.

O Brasil é o maior produtor e exportador de soja, café e cana-de-açúcar do mundo. Somos o terceiro produtor e segundo exportador de milho do planeta. Pertence ao Brasil o posto de maior produtor mundial de laranja e maior exportador de suco de laranja, representando 75% do mercado global do produto.

Vários são os fatores que contribuíram para o crescimento e avanço da agricultura brasileira. Podemos citar o investimento em pesquisa e desenvolvimento, a incorporação de novas tecnologias e manejos mais produtivos, como é o caso do Sistema de Plantio Direto, entre outros. Entretanto, um fator com relação direta com o aumento de produtividade de nossa agricultura é o fertilizante.

Independente da agricultura realizada, as condições dos solos brasileiros não permitem o sucesso produtivo das culturas exploradas, se o fator nutricional não for atendido corretamente. Por se tratar de solos de baixa fertilidade natural, o uso de fertilizantes é uma necessidade quando o objetivo é produzir alimento. Seja através da agricultura convencional ou da orgânica, a adubação é o meio de adicionar os nutrientes carentes nos solos, mas também a forma de devolver os nutrientes que são exportados juntamente com a produção agrícola. Isso é o que chamamos de agricultura sustentável, com pleno respeito ao ambiente.

A agricultura atende a crescente demanda mundial por alimentos, fibras, madeira e energia, garantindo a segurança alimentar e nutricional, além da produção de energia limpa, com o mínimo de impacto ao meio ambiente. Nesse contexto, a ciência aplicada à agricultura por meio de técnicas modernas tem conseguido não somente aumentar a produtividade das culturas, como também reduzir os seus impactos no ambiente e aumentar a qualidade de vida da sociedade brasileira em geral.

A utilização de fertilizantes, além de ser um recurso inteligente ao produtor, também promove a sustentabilidade, pois seguindo as recomendações de uso não haverá a degradação do meio ambiente, evitando que haja desmatamento para abertura de novas áreas de plantio.

Como consumidores, estamos cada vez mais sensíveis à origem dos produtos que consumimos e utilizamos. Em busca da transparência, queremos conhecer os métodos de produção, mas também os homens e mulheres que nos alimentam, que protegem o nosso ambiente e a nossa saúde.

A comemoração do Dia Internacional da Agricultura permite a cada cidadão descobrir o seu património agrícola e tocar a realidade, a complexidade e a beleza da profissão do produtor agrícola. Um evento que reconecta os brasileiros com a sua agricultura, fortalecendo o vínculo entre o consumidor e o produtor, e assim promove o trabalho realizado todos os dias pelos agricultores.

*Valter Casarin é coordenador geral e científico da NPV – Nutrientes para a Vida;

**O Dia Internacional da Agricultura é comemorado em 20 de março;

Copyright © 2024 Portal Orbisnews | Direção Geral Jornalista Fausto Camunha | Todos os artigos são de responsabilidade de seus autores.