Conecte-se conosco

Destaques

EM DIA DE FESTA DO FUTEBOL DEU PORRADA NO MARACA por Helvio Borelli

Publicado

em

Compartilhar

É simplesmente vergonhoso. O Brasil não consegue dar segurança para torcedores no mais badalado e conhecido estádio de futebol do país: o Maracanã.

O local, considerado templo do futebol mundial, palco para grandes astros, com jogos históricos dos nossos principais clubes e da seleção brasileira, escreveu uma das suas mais tristes histórias, no último jogo entre o Brasil e a Argentina. Partida válida pelas eliminatórias da próxima Copa do Mundo. Tudo caminhava para uma festa, dentro e fora do campo, quando alguns resolveram vaiar o Hino Nacional da Argentina, foi o suficiente para que a alegria se transformasse em pancadaria.

Um simples detalhe levou a essa situação. Colocaram a torcida rival no meio da brasileira sem qualquer aparato de segurança. Recentemente já tínhamos vivido situações parecidas em jogos da Libertadores da América com Argentinos dentro do Maracanã e nas ruas do Rio.

Esse era um jogo de alto risco, como nomeiam os policiais responsáveis pela segurança nos estádios em todo o Brasil, mas só nesse jogo, de casa lotada, com duas das torcidas de maior rivalidade no mundo, os organizadores não tomaram a providência básica de isolar os torcedores visitantes. Na hora que o pau quebrou, os seguranças só tiveram uma atitude, a de isolar os adversários na paulada. A situação só não se transformou em tragédia pela atitude dos jogadores das duas seleções que ajudaram a conter os ânimos.

Uma providência tem que ser tomada de imediato: a polícia e o Ministério Público devem lideram uma rápida investigação para apontar os responsáveis pela negligência, tornar público e punir.

O fato nos leva também a refletir sobre algumas atitudes que precisamos tomar nos campos da bola. Já existem movimentos de autoridades que desejam o fim da torcida única nos estádios. Infelizmente não estamos preparados para duas grandes torcidas nos estádios.

Aos meios de comunicação que acirram ânimos em nome de agregar audiência. Futebol não é guerra, batalha, confronto, como fartamente nomeiam alguns. É só um jogo, um divertimento onde se ganha ou perde.

Continue lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2023 Portal Orbisnews | Direção Geral Jornalista Fausto Camunha | Todos os artigos são de responsabilidade de seus autores.