Conecte-se conosco

Destaques

FESTAS DE FIM DE ANO, APROVEITEM! por Nabil Ghorayeb

Publicado

em

Compartilhar

Todos os anos é a mesma rotina, inúmeros encontros deliciosos de “happy- hour“ de várias “tchurmas” , da infância, do colégio, da faculdade, do trabalho, do charuto, os parças do esporte, do clube, da igreja … ufa será que esqueci alguma? Como coordenar e me proteger dos naturais exageros ( sem falar da despesa geral)?

 A tênue separação entre o limite e o exagero é real, mas vamos seguir um critério baseado em dados da prevenção médica e sem terrorismo científico.

Começando com os indivíduos de qualquer gênero, portadores de hipertensão arterial em tratamento regular, os petiscos e alimentos são muito difíceis de administrar num grupo, porém cada pessoas deve seguir um limite de quantidade, principalmente se forem salgados (ao redor de uns 150 gr) e quanto á bebidas alcoólicas? Vamos sugerir cerveja normal até 700 a 800 ml, e aí seguir com cerveja sem álcool que nos tempos atuais ficou bem saborosa. Vinho, o que já se sabe até três taças). Energéticos devem ter limites bem claros, até duas latas. Os excessos podem desencadear crises de hipertensão arterial e arritmias cardíacas.

Aquele em tratamento de colesterol elevado sem outras doenças, não precisa se preocupar mesmo comendo alimentos gordurosos não terá crise de colesterol elevado. A situação não é saudável se houver dias e dias de alimentação gordurosa seguida (frituras e outras gorduras visíveis). Por isso a ceia de Natal e do Ano Novo isoladamente, não nos preocupam os eventuais jantares gordurosos   

E os diabéticos e os com sobrepeso? Aqui a história é outra. Um jantar livre que pode aumentar o índice glicêmico conhecido pelos pacientes, com muito carboidrato, frutas doces e sobremesas açucaradas, podem em questão de minutos elevar a glicemia para níveis acima de 300 mg/dl, ainda lembrando que as bebidas alcoólicas são grandes fontes de açúcar, assim diabéticos ou os de tendência para diabete devem limitar bem ou evita-las (lembrem que podem consumir cerveja sem álcool). Evidente que um brinde isolado não chega a preocupar seja champanhe ou espumante.

O paciente cardiopata segue a linha do hipertenso, onde sal e excessos alimentares podem trazer problemas.

Finalmente recomendamos seguir a palavra franca com seu médico, isso vai ser muito útil e tranquilizador       

     

NABIL GHORAYEB

CREMESP 15715 Cardiologista e Médico do Esporte

@nabilghorayeb

Continue lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2023 Portal Orbisnews | Direção Geral Jornalista Fausto Camunha | Todos os artigos são de responsabilidade de seus autores.