Conecte-se conosco

Guerras

Cebrapaz defende fim do bloqueio e cessar-fogo imediato em Gaza

Publicado

em

Compartilhar

O Cebrapaz – Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz se dirige aos movimentos sociais brasileiros, aos amantes da paz, aos movimentos de solidariedade internacional, independentemente das orientações políticas e ideológicas e das confissões religiosas de seus membros, com um veemente chamado pelo fim do bloqueio à Faixa de Gaza e o imediato estabelecimento do cessar-fogo, como solução emergencial para deter os crimes de lesa-humanidade que estão sendo praticados por Israel contra o povo palestino, com o apoio do imperialismo estadunidense.

O povo palestino mais uma vez está sendo martirizado por bombardeios intensos e maciços, pelo deslocamento forçado de mais de um milhão de pessoas e por um insuportável cerco que há 17 anos vem acarretando uma extensa e profunda tragédia humanitária. As Nações Unidas anunciaram que a partir deste dia 25 de outubro toda a ação humanitária do organismo multilateral sofre interrupção pela falta de combustível e outros suprimentos.

São insuportáveis os sofrimentos do povo palestino: perdas de vidas, destruição e trauma contínuos. É chegada a hora de darmos um passo decisivo em direção à paz, o que requer ampla solidariedade e coexistência pacífica.

Exigimos o imediato cessar-fogo em Gaza. É hora de acabar com o ciclo de destruição e sofrimento. Instamos pelo respeito aos direitos humanos, ao direito internacional humanitário e ao direito internacional em geral, consubstanciado na Carta das Nações Unidas. Condenamos os deslocamentos forçados de populações, a limpeza étnica, o genocídio, a punição coletiva de um povo. Como organização democrática e internacionalista consideramos que é nosso dever nos juntarmos a outras organizações dos movimentos sociais do Brasil e do mundo para proteger os direitos dos atingidos pelo massacre em curso na Palestina.

Propugnamos ainda pela solução política do conflito desigual entre o Estado de Israel e o povo palestino. A única maneira de alcançar tal solução é a independência palestina, com a efetiva soberania do seu Estado nacional, o que exige o fim da ocupação militar por Israel. Defendemos a solução de dois Estados, nas fronteiras anteriores à ocupação em 1967, o retorno dos refugiados palestinos e o estabelecimento da capital da Palestina em Jerusalém Leste, com a coexistência, segurança e prosperidade para todos.

A paz em Gaza e em toda a Palestina, assim como em Israel, não é apenas uma responsabilidade das partes envolvidas, mas de toda a comunidade internacional. Pedimos aos líderes mundiais que trabalhem incansavelmente para apoiar a paz. O primeiro passo é o fim do bloqueio a Gaza e o cessar-fogo imediato.

Continue lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2023 Portal Orbisnews | Direção Geral Jornalista Fausto Camunha | Todos os artigos são de responsabilidade de seus autores.