Conecte-se conosco

Saúde

Emoções! Até onde o coração aguenta?

Publicado

em

Compartilhar

Nestes tempos correntes quero abordar o tema das emoções agindo diretamente sobre o coração. Em Cardiologia tem um nome popular: Síndrome do Coração Partido ou Síndrome de Takotsubo ou Miocardiopatia por estresse, quando sem doença cardiovascular prévias ou outra degenerativa, uma forte emoção negativa ou positiva provoca danos agudos e graves ao coração.

Os estudos científicos detectaram ser mais frequente em mulheres que nos homens, um quadro clinico preocupante de fortes dores no peito, muitas vezes acompanhado de tonturas, náuseas, sudorese profusa e no seu atendimento de pronto socorro, os exames de sangue e o eletrocardiograma apontavam para o diagnóstico de infarto agudo do miocárdio.

No cateterismo das coronárias, que compõe o protocolo de atendimento dessa emergência, uma surpresa, não haviam placam de gordura obstruindo as coronárias e o contorno do coração lembrava uma forma de uma jarra japonesa de pescaria o Takotsubo que após dias regredia sem sequelas.

Nas guerras, desde os soldados e principalmente os civis, o sofrimento emocional de ser lesionado ou morrer é terrível. Os relatos de que o ruído dos aviões e das bombas são terríveis momentos de espera de uma explosão.

A quantidade de eventos cardiológicos cresce exponencialmente e em muitas cidades supera os feridos e mortos. O tratamento clínico deve ser individualizado com forte suporte psicológico.

Essa emoção negativa pode ocorrer em outras situações como mortes de familiares, perdas matérias importantes e outras como as perdas esportivas marcantes.

Um fato surpreendente foi relatado anos atrás por pesquisadores gregos, descobriram nos escritos que um fato emocionante positivo de vitória no esporte, causou a morte súbita do pai dos atletas vencedores, ao serem ovacionados pela vitória numa prova atlética da época “Positive emotions and Takotsubo syndrome: ‘happy heart’ or ‘Diagoras’ syndrome? European Heart Journal Advance Access published June 1, 2016”

Posso concluir que sem dúvida o estado emocional de uma pessoa frente ao fatos do dia a dia, devem sempre ser controlados por um chamado fio terra pessoal, sejam tratamentos / atitudes de relaxamento ( pratica esportiva ou lazer ) com ou sem medicações próprias.

Continue lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2023 Portal Orbisnews | Direção Geral Jornalista Fausto Camunha | Todos os artigos são de responsabilidade de seus autores.