Conecte-se conosco

Destaques

MENOS PAPAI NOEL E MAIS “AMIGO DA ONÇA” por Elias Skaf

Publicado

em

Compartilhar

O que trouxeste para o povo brasileiro, neste seu saco de surpresas, meu bom velhinho ? Teria sido ao menos uma boa notícia, já que tivemos um ano terrível de notícias pavorosas e desesperanças que nos atingiram indiscriminadamente, levando, inclusive a óbito, centenas de brasileiros que não aguentaram tanta traição, tanta safadeza e que adoeceram ao verem sua Pátria vilipendiada por mau caráteres completamente desprovidos de ética e escrúpulos?

Nosso “presente de Natal “, deste ano, certamente chegou pelas mãos do ” amigo da onça ” , um personagem que ficou famoso por ser portador das más notícias e ações. O nosso querido ” bom velhinho ” bem que queria, mas seus ” predadores ” agiram rápido e frustraram nosso ” polpudo ” Natal.

Que pena que os brasileiros terão que amargar um dos piores natais ” da história deste país, enquanto que os roedores da República, articuladores do Sistema, certamente nadarão de braçada em meio a caviar, champanhe e vinhos de 2 mil dólares.

Para nós, ” manés “, resta a esperança de que o melhor está por vir e que o imponderável poderá surgir no horizonte, deixando o amigo da onça para quem efetivamente o merece.

Prepare-se ” bom velhinho ” e coloque no seu saco, para 2024, o sonho de todas as pessoas de bem da nossa Pátria, um Brasil justo, feliz e com todos desavergonhados colocados onde jamais deveriam ter saído, na cadeia. Sonhar não custa nada, mas o sonho só será possível de ser concretizado mediante ações efetivas , com pessoas de coragem e de amor a seu país.

Sabemos que a indignação permeia nossa nação, de norte a sul, de leste a oeste, mas é preciso lideranças fortes e objetivas, porque o crime é robusto e organizado. Apesar disso, desejo um feliz Natal a todos!

Continue lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2023 Portal Orbisnews | Direção Geral Jornalista Fausto Camunha | Todos os artigos são de responsabilidade de seus autores.