Conecte-se conosco

Política

OS SONHOS DE LULA por Regina Helena de Paiva Ramos

Publicado

em

Compartilhar

Só o presidente Lula, neste mundão de Jesus Cristo, ainda não sabe que na Venezuela  está implantada, há anos, uma ditadura ferrenha. Que começou com Chaves, o que não se conformou com a morte e até apareceu a seu sucessor em forma de passarinho. Parece que isso aconteceu apenas uma vez, a assombração de asas  sumiu da vida de Maduro. O que não impediu o homem que governa o país vizinho a seguir os princípios do mestre e até a tentar superá-lo. Pois não é que continua prendendo  quem  não concorda com ele, quem o crítica, quem tenta fazer oposição? Que o diga sua principal opositora, Maria Corina Machado, impedida pela justiça venezuelana (justiça venezuelana com letra minúscula, mesmo) de concorrer às eleições. A OEA – Organização dos Estados Americanos – ressaltou que Maria Corina é insubstituível. Lula não acha isso, aconselhou a oposição venezuelana a parar de chorar  e escolher outro candidato. Ainda bem que o presidente Lula não manda na oposição venezuelana…

Maduro não imobilizou apenas Maria Corina. Botou para correr os funcionários do gabinete do Alto Comissariado das Nações Unidas. Não tem mais representantes da ONu na Venezuela e agora o cara diz que vai convidar representantes da União Europeia e da ONU para observarem as eleições na Venezuela, marcadas para 28 de julho.  Hipocrisia  infantil  do homem que viu Chavez transformado em passarinho…

Não sei de onde surgiu esse amor desmedido que Lula tem pelos ditadores. Já amava de paixão o ditador de Cuba, Castro, o que ficou cerca de meio século no poder e que, pelo menos, derrubou Fulgêncio Batista e levou seu país a um certo grau de desenvolvimento. Nem por isso deixaremos de chama-lo ditador. Quem domina um país por cinquenta anos é o quê?

Outro que Lula adora é o ditador da Nicarágua, Daniel Ortega, sanguinário, altamente danoso para a democracia mundial, torturador e assassino dos inimigos. E lá está, belo e formoso, comandando a Nicarágua. Não é triste? Lula não acha.

Não é necessário ser comentarista internacional para constatar esse amor desmedido de Luiz Ignácio Lula da Silva  por esses indivíduos. Não só por eles, também andou de braços dados e afagos com ditadores africanos.

Acho que não é  assunto, apenas, para comentaristas internacionais. É caso para ser estudado por terapeutas iunguianos ou freudianos, tanto faz.  Daria tudo para conhecer alguns dos sonhos de Lula. Não os seus sonhos de vida, esses já conheço. Quero saber dos sonhos, mesmo, aquela coisa que a gente  percebe quando dorme. Eles dizem tanto, eles trazem mensagens  incríveis do nosso inconsciente, eles  fazem com que a gente a cada noite se conheça melhor! Se pudesse – e ele quisesse, claro! – convidaria Lula para uma sessão no meu grupo de estudos de sonhos. É uma curiosidade intensa, essa que sinto: como são os sonhos do nosso presidente? Com umas cinco ou seis sessões no nosso grupo de sonhos tenho certeza que se descobriria esse afeto lulista aos ditadores.

Daria tudo para conhecer os sonhos de Lula!

Continue lendo
1 comentário

1 comentário

  1. Maurício Rodrigues de Souza

    março 17, 2024 at 1:59 pm

    Regina, algumas falas do Lula, acabam revelando os seus sonhos verdadeiros. Ele só quer mandato vitalício, poder ilimitado e reconhecimento mundial.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2024 Portal Orbisnews | Direção Geral Jornalista Fausto Camunha | Todos os artigos são de responsabilidade de seus autores.