Conecte-se conosco

Esportes

BRASIL NÃO JOGARÁ MAIS SEM O “VAR” por Lucas Neto

Publicado

em

Compartilhar

O presidente da CBF Ednaldo Rodrigues, após os amistosos da Seleção Brasileira nas últimas datas FIFA (vitória contra a Inglaterra em Wembley por 1 a 0 e empate com a Espanha 3 a 3 no Santiago Bernabeu em Madrid), informou que o Brasil não jogará mais nenhuma partida sem o VAR.
FIFA, CONMEBOL e demais entidades do futebol receberão essa comunicação ainda esta semana.
A arbitragem do árbitro português António Nobre no empate com a Espanha foi uma aula de como não se deve apitar qualquer partida de futebol.
Foi um desastre total. Nunca assisti arbitragem tão ruim.
Corria e com o braço estendido e indicador apontado para o chão não se percebia o quê estava assinalando.
Acompanhava as jogadas a distância. 
Suas decisões eram indecifráveis para o público, telespectadores e principalmente para os jogadores e os técnicos.
Assinalou dois pênaltis contra o Brasil na maioria quase total das opiniões e na minha também inexistentes.
A decisão de não se ter o VAR foi da UEFA e da Federação Espanhola. Economia “porca” num amistoso muito importante pela grandeza das duas Seleções.
Quanto aos jogos em si a Seleção foi foi bem na vitória contra a Inglaterra mas não repetiu contra a Espanha a mesma atuação.
Em Madrid o mais importante do jogo foi a manifestação contra o “odioso racismo”.
Vinicius Júnior, o nosso “Vini Jr” vítima constante de manifestações racistas de espanhóis foi o capitão da Seleção Brasileira.
Um apoio merecido porque principalmente na Espanha é ofendido por torcedores de vários clubes com gritos de “mono” (macaco em espanhol) e gestos imitando o andar desses animais.
Yamal, garoto de 16 anos fenômeno também que atua no Barcelona e é afro descendente de imigrantes africanos é vítima dessas mesmas manifestações por parte de torcedores em vários campos espanhóis.
Esse garoto joga muito. Embora tenha encenado um pouco num lance uma infração numa dividida dentro da área brasileira, acho que houve o pênalti.
O garoto Endrick, já contratado pelo Real Madrid, entrou bem no nosso time, fez gol e aproveitou a estada na linda Madrid para escolher a casa onde irá morar. Está com os pais, seus agentes e a namorada já escolhendo onde irá morar a partir de julho quando completará 18 anos.
Foi muito aplaudido quando entrou na equipe e ao final do jogo ao se dirigir aos torcedores “merengues”. Merengue é o doce ‘Suspiro’ como conhecemos aqui, que é feito com clara de ovo batida com açúcar  e depois assada.

Copyright © 2023 Portal Orbisnews | Direção Geral Jornalista Fausto Camunha | Todos os artigos são de responsabilidade de seus autores.