Conecte-se conosco

Tecnologia

Canais por assinatura estão fechando o cerco contra TV Box por Antoninho Rossini

Publicado

em

Compartilhar

Depois de anunciar a implantação de laboratório antipirataria, a Anatel ( Agência Nacional de Telecomunicações) parece que está aplicando um torniquete nas chamadas TV Box ilegais. O laboratório antipirataria foi anunciado em março do ano passado, com discurso do dirigente da Anatel e tudo, só que não se observava ações práticas. De lá para cá houve alertas e ameaças respaldas na legislação, com penas aos infratores usuários das tais caixinhas.

Agora, no entanto, a sensação que se tem é que o círculo está se fechando contra as tais TV Box piratas, mas com nova estratégia. Os últimos levantamentos dão conta que cerca de 7 milhões de aparelhinhos estão espalhados pelo país, ao arrepio de legislação. De um lado, os principais prejudicados são os canais por assinatura que deixam de arrecadar muitos milhões de reais e do outro lado, a Anatel, responsável pela ordenação do setor. Aos olhos dos usuários, conhecendo bem as regras e as legislações em nosso país o palpite é deque seria impossível rastrear e fazer autuações pelo uso tais caixinhas.

O volume, a extensão de territorial do Brasil e as zonas dominadas pelas milicias seriam as principais barreiras. Agora, no entanto, e sem alarde, os canais por assinaturas e a Anatel estão estreitando o espaço da pirataria, mas de forma diplomática. Graças aos avanços da tecnologia, o laboratório antipirataria, que “quebra a criptografia” das TV Box alienígenas, adotou uma política de comportamento amigável. Assim, aquela sensação que seria necessário aparato policial e fiscais batendo de porta em porta para flagrar os “infratores” pelo uso da tal pirataria, agora é na própria tela da TV que aparece uma mensagem curta e grossa.

A informação alerta que a tal TV Box está desatualizada e convida o telespectador a acessar um aplicativo para adquirir, sem custo e com duração de um ano, todos os serviços de forma gratuita. Ao acessar o aplicativo o dono da caixinha preta está se “entregando”. Ao passar todas as informações é só aguardar. Após os doze meses, começa vir a fatura pelos serviços de recepção de canais por assinatura. A caixinha preta vai para o espaço. Só que não é bem assim, porque outros recursos estão chegando para burlar o sistema de recepção de canais por assinatura. Dentro em breve saberemos. Será uma eterna briga de gato e rato.

Copyright © 2024 Portal Orbisnews | Direção Geral Jornalista Fausto Camunha | Todos os artigos são de responsabilidade de seus autores.